Dia dos Protetores dos Animais é aprovado e segue para a CCJ

31/10/2017

Deputado  Marcelo Álvaro Antônio comemora celeridade na tramitação da matéria que reconhece o protetor como agente sanitário e ambiental das cidades e bairros

A Comissão de Meio Ambiente da Câmara Federal (CMADS) aprovou, nesta terça-feira (31) o projeto de Lei 8.055/2017, que estabelece o Dia dos Protetores dos Animais do Brasil no dia 10 de Agosto. O autor do projeto, deputado Marcelo Álvaro Antônio (PR-MG), detalhou a relevância da atividade para a gestão sanitária, ambiental e social das cidades.

“Estamos iniciando um processo de reconhecimento oficial dessa atividade para, em seguida, regulamentar os limites mínimos e máximos desses atores que sofrem conflitos internos pela ausência de regras sanitárias, de espaço e de manejo na atividade. A partir daí, conseguiremos avançar na ampliação de políticas públicas de castrações e atendimentos ambulatoriais que atendam definitivamente aos milhares animais por eles resgatados, completando o ciclo de parcerias entre estado e sociedade”, explicou.

 

Para o deputado, os protetores criaram a “fórmula perfeita e insubstituível” para o monitoramento de bairros no controle e amparo de populações errantes de cães e gatos no Brasil”. Marcelo Álvaro também lembrou da situação dos cavalos abusados em carroças e charretes, resgatados por protetores. “É preciso que prefeitos colaborem com proibições de carroças em ambientes urbanos, e de charretes para turistas, que precisam parar de solicitar esses serviços aparentemente inofensivos. É comum que animais morram exaustos e famintos na frente de todos”, lembrou.

© 2016 Marcelo Álvaro Antônio.