Brasil pode reduzir em 50% os testes em animais em laboratórios

Deputado Marcelo Álvaro entrega mais 100 mil assinaturas pela modernização da ciência no Brasil. Anvisa sinaliza ser possível poupar metade das vidas animais

Em missão com a Humane Society International, o deputado Marcelo Álvaro Antônio entregou mais de 100 mil assinaturas, na última semana, que reivindicam a modernização dos requisitos para testes de agrotóxicos no Brasil, em visita ao presidente da Anvisa, que sinalizou ser possível avanços na legislação que possam se alinhar com a evolução científica em países mais adiantados, na questão dos testes em animais. Se a agência incorporar todas as metodologias alternativas disponíveis, pode reduzir em até 50% o uso de animais para testes neste setor.

"Os agrotóxicos estão entre as substâncias mais testadas em toda a história. Até 10.000 cães, roedores, coelhos, aves e peixes podem ser utilizados no registro de um único novo produto agroquímico de acordo com as exigências atuais", salientou.

O deputado parabeniza a atuação da HSI #EndAnimalTesting que, por meio da campanha #AnvisaPoupeVidas, está batalhando para que os testes de segurança no Brasil sejam feitos de forma ética utilizando metodologias modernas e abandonando os obsoletos e cruéis testes em animais. “Precisamos todos lutar por uma ciência sem sofrimento em nosso País. O avanço é possível, vamos construir essa ponte”, disse o deputado.

© 2016 Marcelo Álvaro Antônio.